segunda-feira, setembro 20, 2004

Um canto de dor e mágoa

Da noite fiz minha capa
E meu amor fui guardar
Cobri-o todo de estrelas
E os olhos de luar
E os olhos de luar

Mas o vento segredava
Um canto de dor e mágoa
A morte o aprisionava
Enchendo meu olhar de água
Enchendo meu olhar de água

Meu pranto ergui ao céu
Das lágrimas se fez mar
Da noite fiz minha capa
Sem meu amor encontrar
Sem meu amor encontrar


Letra: Tânia Rodrigues
Música: Vitorino / Carlos Jesus
Voz: Felisberto Queirós