segunda-feira, fevereiro 14, 2005

Palavras tuas...

Amo quando as palavras morrem no sorriso dos teus lábios, para renascer no teu mais secreto e cúmplice olhar

Sinto em cada uma um beijo de infinta ternura..