sábado, abril 16, 2005

Amanhã Comigo...


Saudade de andar descalça
Saudade da terra molhada nos pés nus
Do cimento das eiras nas tardes de Agosto
Dos ritmos do trigo oiro tocado pelo vento
De correr menina nos jardins da minha infância
De andar nas flores
Sem ferir seu verde de nascer
Sua vantagem colorida
De não pertencerem ao tempo
E estarem no ontem e no hoje
E serem amanhã comigo
Meu impulso de cor
Meu mergulho em mim...
Menina.



Foto de Monique