segunda-feira, julho 18, 2005

Da palavra e do gesto...


"Reflectindo" Foto de Lupan

Amamo-nos e degladiamo-nos com palavras
Com gestos proclamamos o êxtase e o desencanto.
Mergulhamos, a cada um, por dentro dos silêncios.
São ainda as palavras a sagrarem o secreto e imutável
coração das entregas
Inventamos para elas asas e deixamo-las pairar
indecisas, entre a bruma e a maresia dos gestos.
De quantas mãos se faz um tão longo adeus?
diz-me...
Quantos passos são precisos para o regresso?